Dúvida sobre autoria dos atentados afeta mercados

Os mercados internacionais podem ter mais uma jornada de nervosismo e cautela causada pelos ataques em Madri, que causaram a morte de pelo menos 198 pessoas e ferimentos em mais de mil. As dúvidas em relação à autoria dos atentados na capital espanhola continuarão estimulando um movimento de busca por ativos mais seguros entre os investidores. Segundo analistas, caso seja reforçada ou confirmada a suspeita de que o grupo Al-Qaeda foi o responsável pelas explosões de ontem, as perdas nas bolsas internacionais poderá se acentuar. O ressurgimento do Al-Qaeda seria um prova de que o grupo continua organizado e capaz de realizar ataques em grande escala contra os Estados Unidos e outros países ocidentais, com impacto muito negativo na economia global. A memória do impacto dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 contra os Estados Unidos, e seus danos sobre a economia global, continuam muito presentes na mente dos investidores. Leia mais Autoria do atentado na Espanha é questionada Itamaraty confirma que brasileiro está entre os feridos em Madri Atentado em Madri fere pelo menos um brasileiro Jogadores brasileiros estão chocados com atentado em Madri Dois brasileiros podem estar entre os feridos no ataques em Madri Al Qaeda: "vento negro da morte" está chegando aos EUA "Nós choramos junto com as famílias", diz Bush a Aznar "É um acerto de contas com a Espanha", diz Al Qaeda França eleva nível de alerta antiterrorismo Al Qaeda assume atentados em Madri, diz TV dos EUA Polícia de Madrid encontra pistas envolvendo árabes "Vi o horror", diz testemunha dos atentados em Madri 11 de março vira dia das vítimas do terrorismo na Europa Atentados derrubam bolsas européias; Madri cai 2,18% ETA não cometeu atentados, garante político basco Jornais espanhóis abrem acesso via Web para noticiar atentado Lula envia mensagem de condolências ao rei Juan Carlos ONU e papa condenam atentado em Madri Já são 186 os mortos em Madri. Número pode crescer Jornal espanhol compara atentados de hoje a 11 de setembro Partidos espanhóis encerram campanha política Governo da Espanha monta central de informações Ministro acusa ETA por atentados que mataram 173 em Madri Contagem de mortos já chega a 172 em Madri Número de mortos nos atentados em Madri chega a 131 Atentados matam pelo menos 62 nos trens de Madri Explosões no trem de Madri deixam pelo menos 5 feridos

Agencia Estado,

12 Março 2004 | 08h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.