finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

DVDs têm preços menores no Dia das Mães

A preocupação da indústria e do varejo de eletroeletrônicos em escoar seus produtos no Dia das Mães fez com que os fabricantes e as lojas partissem para estratégias mais agressivas de vendas. Há indústrias que estão ditando os preços ao varejo e cresceu também o número de lojistas pedindo linhas de crédito com juros menores.A Gradiente, por exemplo, acaba de anunciar um corte de 29% nos preços ao consumidor do DVD, de R$ 699 para R$ 499. Outras concorrentes têm a mesma estratégia, como a LG, que anuncia o produto por R$ 549, a Philips por R$ 589 e a Semp Toshiba por R$ 599. Segundo o gerente de Marketing da Gradiente, Eduardo Toni, a prática trata-se de uma sugestão de preço e, se a loja não acatar o preço proposto, poderá perder vendas para a concorrente.Enquanto a indústria faz pressão nos preços, o varejo pede condições mais facilitadas de financiamentos. O diretor de Operações da Losango, Manuel Vieira, conta que cresceu o número de redes pedindo promoções nos juros para o Dia das Mães. A Losango, que trabalha com 12 mil pontos-de-venda, reduziu promocionalmente em 10% os juros ao consumidor para o Dia das Mães para as principais redes. A taxa média normal dos financiamentos para compra de bens é de 7,3% ao mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.