É cedo para falar sobre renovação de acordo com FMI, diz Palocci

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse hoje que é cedo falar sobre a renovação do acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), como sugere o diretor para a dívida soberana da América Latina da Fitch Ratings, Roger Schair. O diretor da Fitch recomendou hoje, em seminário realizado em Londres, que o Brasil renove o acordo com o Fundo por causa das condições adversas dos mercados internacionais. "É cedo para falar sobre isso. A economia está muito bem, as condições do Brasil estão equilibradas. Vamos avaliar. A princípio o nosso acordo acaba no final deste ano e início do próximo. Não temos nenhuma decisão futura", disse Palocci, ao deixar a reunião dos senadores dos partidos aliados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.