É importante para credibilidade do BC subir juro já em 0,75 pp, diz Pastore

Para ex-presidente do BC, 'a inflação para este ano já está perdida e que deverá ficar próxima a 6%'

Ricardo Leopoldo, da Agência Estado,

20 de abril de 2010 | 12h18

O ex-presidente do Banco Central Affonso Celso Pastore afirmou que é importante para a credibilidade da autoridade monetária elevar os juros em 0,75 ponto porcentual na próxima semana. "Todos os indicadores econômicos, sobretudo os de inflação, apontam um forte aquecimento do nível de atividade. Em março, o BC já deveria ter elevado o juros e não o fez não sei por que", comentou. Pastore também destacou que o IPCA-15 de abril, que atingiu 0,48%, colado à mediana de 0,47% apurada pelo AE Projeções, mostrou que os seus núcleos continuam apresentando patamares acima da meta de 4,5% determinada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). 

 

Pastore ressaltou que "a inflação para este ano já está perdida e que deverá ficar próxima a 6%". A batalha então, segundo ele, pela gestão da política monetária deveria focalizar o ano de 2011, a fim de desacelerar a economia a ponto de levá-la no ano que vem para o seu potencial que hoje é de 4,5%. "Para que isso ocorra defendo quatro aumentos de juros de 0,75 pp neste ano, perfazendo um total de 3 pontos", afirmou. Ele ainda ponderou que passados esse quatro aumentos seria o caso de o BC verificar se o Brasil diminuiu o forte ritmo de expansão da atividade e poderia até adicionar mais alguns aumentos de juros.

 

As declarações foram feitas antes de Pastore participar do seminário O crédito em debate, promovido pela Serasa Experian e pela

Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi).

Tudo o que sabemos sobre:
Banco CentralPastorejuro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.