É preciso baixar os juros, mas sem bravatas, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que a queda da taxa de juros precisa ser feita sem bravatas. "Vamos resolver os problemas com tranqüilidade e nenhuma precipitação. Não tem nenhum problema que não seja do meu conhecimento há cinco anos. Todos nós entendemos que é preciso baixar os juros, mas não se faz isso com bravatas", disse o presidente, pouco antes de seguir para o aeroporto de Genebra, para retornar ao Brasil. Indagado sobre se a questão dos juros é um tema de debate no governo e teria também sido discutida durante esta viagem, o presidente disse que conversa sobre juros todos os dias. "Tenho um ministro da Fazenda (Antonio Palocci) em quem confio. Às vezes, ele tem mais bom senso e é mais equilibrado do que eu. No momento certo, as coisas vão acontecer."O presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve na Europa para participar, como convidado, da reunião do G-8, o grupo dos países mais ricos do mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.