finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

É preciso parar com pessimismo no País, diz Lula

Em discurso de 20 minutos na inauguração da nova fábrica de celulares da LG Brasil, em Taubaté (SP), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que é preciso parar com o pessimismo no Brasil. Ele ressaltou que o exemplo da multinacional coreana, que investiu US$ 60 milhões na ampliação da capacidade produtiva, deve ser seguido. "Ninguém consegue fazer nada positivo, se não acreditar", afirmou o presidente, em um discurso focado no bom andamento da economia brasileira.De acordo com Lula, o Brasil tem uma chance extraordinária de dar um salto e superar definitivamente os ciclos de crescimento e recuo da economia. O presidente disse aos empresários que a rentabilidade do investimento produtivo foi de 28% no primeiro trimestre deste ano, contra 24% no mesmo período do ano passado. "O ganho com investimento produtivo superou o de aplicações financeiras. E essa vantagem vai aumentar cada vez mais."Lula fez um apelo à classe produtiva, ao dizer que os empresários precisam acreditar no País, a exemplo do que faz a LG. "O empresário brasileiro precisa investir, porque o Brasil precisa deles e eles do Brasil."O presidente usou novamente o exemplo da Coréia do Sul para ressaltar que investimentos em educação, aliados à criatividade do brasileiro, vão tornar o Brasil cada vez mais atraente para os investimentos.Ciclo duradouro para investimentoSegundo ele, qualquer que seja o indicador econômico mostrará que o País está em um patamar promissor. "Fizemos um novo ciclo duradouro para crescer e investir", ressaltou o presidente, lembrando que a dívida do setor produtivo está diminuindo, enquanto a produção aumenta. Lula citou a criação de 3,135 milhões de novos postos de trabalho para mostrar que o País passa por uma "efetiva mudança social".Ele ressaltou ainda o controle da inflação e as exportações recordes para comprovar que há razões para otimismo em relação à economia. "Vale a pena investir em projetos de ampliação da produção no Brasil", disse o presidente a empresários, lembrando das medidas tributárias de estímulo ao investimento, da MP do Bem, além da aprovação da Lei de Inovação Tecnológica, que concede benefício tributário para investimento em pesquisas.Bom humorAparentando bom humor, Lula disse, logo no início de seu discurso na LG, que apesar de ser corintiano, ele precisava parabenizar a multinacional coreana, que patrocina o São Paulo Futebol Clube, que se sagrou tricampeão da Taça Libertadores da América na quinta-feira passada.Ele lamentou, em seguida, a depredação da Avenida Paulista durante a festa da torcida são-paulina pela conquista da taça. "Os torcedores fizeram feio diante da beleza que o São Paulo demonstrou no estádio", completou.

Agencia Estado,

19 de julho de 2005 | 17h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.