É preciso saber como gerar valor com a tecnologia

Para o coordenador do Centro de Tecnologia e Informação Aplicada da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-Eaesp), Alberto Albertin, a tendência do mercado é privilegiar uma tecnologia mais aplicada a negócios, "O profissional deve entender como a empresa pode usar e gerar valor com aquela tecnologia", diz.

O Estado de S.Paulo

29 de setembro de 2013 | 02h22

De olho na profissionalização a HP trouxe este ano para o Brasil o HP Institute e o Expert One, programas de formação de profissionais. Em parceria com instituições de ensino superior, o programa prevê materiais e laboratórios para ampliar o conhecimento em carreira e negócios relacionados a TI. O diretor de pré-vendas da HP Networking no Brasil, Antonio Mariano, diz que 70% das revendas tem vagas abertas por falta de profissionais especializados. "O curso aborda tecnologias e não são focados em HP."

A gerente de RH da Microsoft Brasil, Daniela Sícoli, diz que a empresa procura profissionais que busquem desenvolvimento. Segundo ela, 17% da equipe está ligada a alguma atividade técnica. "Proficiência técnica é bom, mas levamos em conta também as habilidades comportamentais", diz. A Hitachi Data Systems busca um profissional que tenha essa visão da tecnologia aplicada ao negócio. "Queremos pessoas capazes de identificar informações e construir modelos em tecnologia", afirma o diretor de produtos e soluções para a América Latina, André Vilela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.