EBX tem interesse em explorar urânio

O presidente da EBX, Eike Batista, afirmou ontem que sua empresa tem interesse em participar da exploração de urânio no Brasil, sozinha ou em parceria com o governo. Segundo ele, o governo já tem estudos para abrir o mercado à iniciativa privada. Hoje, a exploração do urânio é monopólio do INB (Indústrias Nucleares do Brasil). ''''O Brasil está entre as quatro maiores reservas do mundo e tem de explorar isso.''''

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.