JF DIORIO / ESTADAO
JF DIORIO / ESTADAO

Eco 2018 premia projetos sustentáveis

Promovido pela Amcham em parceria com o ‘Estadão’, prêmio homenageou 46 projetos de sustentabilidade empresarial desenvolvidos no País

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de fevereiro de 2019 | 04h00

Iniciativas que valorizam a inclusão e a diversidade foram destaque entre os vencedores do Prêmio Eco 2018, o mais tradicional troféu de sustentabilidade empresarial do País. Promovida pela Câmara Americana de Comércio (Amcham) e pelo Estadão, a 36.ª edição do prêmio contemplou 46 projetos de 38 companhias.

Rhodia, CPFL Energia e Bayer foram as maiores campeãs do evento, com três troféus cada uma. A C&A também se destacou, sendo premiada em duas categorias.

A Rhodia venceu graças à criação de uma metodologia de gestão para definir o que pode ou não ser classificado como sustentável dentro de seu catálogo de produtos. A empresa também foi premiada pela criação de um solvente com base em fonte renovável e de uma unidade que elimina o óxido nitroso (N2O) um dos gases que compõe o efeito estufa.

Um dos troféus da CPFL veio por meio de um programa responsável por mapear e retirar árvores que representam riscos à segurança da população e de equipamentos urbanos em quinze municípios, firmando parcerias com as prefeituras de cada um deles. O segundo prêmio foi para o desenvolvimento de projetos que testam como a tecnologia pode afetar o setor de energia. O terceiro e último foi dado a uma iniciativa de capacitação de professores para ministrar aulas sobre assuntos como eficiência energética, educação ambiental, uso racional de recursos e fontes renováveis nas escolas.

A ideia de captação de água de chuva para economia no consumo das unidades produtivas da Monsanto em Camaçari (BA) e Uberlândia (MG) foi responsável por um dos troféus recebidos pela Bayer. Somente na Bahia, foi registrada uma economia de mais de R$ 2,5 milhões com a iniciativa. Já em Minas, a solução garantiu o suprimento de água mesmo nos meses mais secos do ano. O segundo prêmio da companhia foi dado pela criação de uma gestão de processo do descarte de sementes; enquanto a terceira homenagem deu-se pelo Comitê Corporativo de Diversidade.

Já a C&A venceu com seu projeto de logística reversa e o desenvolvimento da primeira camiseta sustentável em toda sua cadeia de produção. A confecção não gera resíduos excessivos e quando o dono não quiser mais a peça poderá utilizá-la como nutriente para o solo por meio de compostagem.

“Para nós é uma honra e um incentivo ter esse tipo de reconhecimento. Nossa estratégia de sustentabilidade passa pela preocupação em oferecer produtos mais sustentáveis, com toda uma rede de fornecimento que respeita essa diretriz”, afirma a gerente sênior de comunicação e sustentabilidade da C&A, Rozália Del Gaudio.

Inclusão

Esta foi a primeira vez que os jurados reconheceram projetos voltados à inclusão e diversidade. Entre os premiados estão a proposta de formação de mulheres eletricistas da Energias do Brasil e o Guiaderodas, um aplicativo que compartilha dados sobre as condições de acessibilidade dos estabelecimentos. A iniciativa já é usada em mais de 60 países.

Neste ano, o Prêmio ECO teve um recorde de concorrentes: 90 empresas inscreveram seus trabalhos. De acordo com a presidente da Amcham, Deborah Vieitas, esse número representa o esforço da iniciativa privada para transformar a realidade do Brasil.

“É um setor que tem de ser protagonista das mudanças que queremos no nosso País. O prêmio relembra que todo o esforço dessas empresas para mudar seus modelos de negócios para que eles sejam mais sustentáveis é o caminho do desenvolvimento”, diz.

CONHEÇA OS VENCEDORES

Categoria Processos

CPFL Energia

Ambev

Robert Bosch

Monsanto do Brasil

Eletropaulo Metropolitana Eletricidade 

Rhodia Poliamida e Especialidades 

Fibria Celulose 

Avon Cosméticos 

Dana Indústrias

Banco Bradesco

Banco Santander

EDP Energias do Brasil

Grupo Boticário

C&A Modas

Reservas Votorantim

Sucos do Brasil 

Eco Panplas Indústria e Comércio de Plásticos

Habitar Construções Inteligentes

Terra dos Sonhos Empreendimentos Turísticos

Eco1 Brasil Sistemas de limpeza a vapor 

Produtos e serviços

Eletropaulo Metropolitana Eletricidade

Rhodia Poliamida e Especialidades 

C&A Modas

Celesc Distribuição

Celulose Irani

Construtora Queiroz Galvão 

AEGEA Saneamento e Participações

RTS Rio

Schneider Electric Brasil

Japacanim Ecoturismo

EBES Sistemas de Energia

Terpenoil Tecnologia Orgânica

Projeto Terra

PIIPEE Comério de Produtos de Limpeza Eireli

Enguia Serviços digitais

Pierre da Silva Decaris

Guiaderodas Desenvolvimento e Pesquisas

Green Platforms Gerenciamento de Dados 

Green Domus Desenvolvimento Sustentável

TerraCycle do Brasil Administradora de Marcas

Estância Mimosa Ecoturismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.