Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Economia alemã reduz expansão a 0,3% no 4º trimestre

A taxa de crescimento da economia alemã do quarto trimestre do ano passado não foi revisada e continuou a apontar desaceleração na comparação com o trimestre anterior, apesar de continuar a ser puxada fortemente pelas exportações, segundo relatório divulgado hoje pelo Escritório Federal de Estatísticas. O recuo deve-se, principalmente, ao consumo reduzido.O Produto Interno Bruto (PIB) do país cresceu 0,3% entre outubro e dezembro, ajustado pelos efeitos sazonais e de calendário. No terceiro trimestre, o crescimento havia sido de 0,7%. O dado está em linha com as informações preliminares publicadas em 14 de fevereiro pelo escritório.As exportações alemãs cresceram 1,3% no último trimestre de 2007, após registrarem alta de 2,5% no terceiro trimestre. Já as importações recuaram 0,2%, ante alta de 3,2% no período anterior. O consumo público caiu 0,5% no quarto trimestre, depois de apresentar crescimento nos três trimestres anteriores. O consumo privado teve queda de 0,8% no quarto trimestre, em relação ao trimestre anterior, quando registrou aumento de 0,3%. O investimento em construção caiu 1,1%, depois de subir 0,5% no período de julho a setembro. Os investimentos em máquinas e equipamentos subiram 3,4% nos três meses finais de 2007, depois de crescerem 0,4% (em números não revisados) no trimestre anterior.A taxa de crescimento anual avançou 1,8% quando ajustada pelo número de dias úteis em cada trimestre. Os números do trimestre anterior apontavam para um crescimento de 2,5%, sem ajuste, e de 2,6%, quando ajustado pelos dias úteis. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.