REUTERS/Larry Downing
REUTERS/Larry Downing

Economia americana cria 155 mil empregos em novembro

Resultado veio abaixo do esperado pelos analistas; taxa de desemprego permaneceu estável em 3,7%

Dow Jones Newswires

07 Dezembro 2018 | 11h55

WASHINGTON - Os Estados Unidos criaram 155 mil empregos em novembro, segundo dados com ajustes sazonais publicados pelo Departamento do Trabalho nesta sexta-feira, 7. O resultado se mostrou bem abaixo da expectativa da mediana das 29 estimativas obtidas pelo Broadcast, que previam criação de 200 mil novos postos de trabalho. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam alta de 198 mil.

Já a taxa de desemprego ficou em 3,7% em novembro, inalterada em relação ao mês anterior e no menor nível em 49 anos, como apontou a mediana das análises obtidas pelo Broadcast.

O salário médio por hora dos trabalhadores subiu 0,22% no mês passado, na comparação mensal, ou US$ 0,06, para US$ 27,35 por hora, um pouco abaixo da mediana das estimativas, que previa avanço de 0,3%. Na comparação anual, o aumento em se manteve em 3,1%, maior desde 2009, um pouco abaixo da mediana, que estimava ganho de 3,2%.

Além disso, o relatório mostrou que, em novembro, 133 mil americanos ingressaram na força de trabalho, de forma que a parcela de adultos americanos trabalhando ou procurando emprego se manteve estável em 62,9%.

Números revisados mostraram que a economia americana gerou 119 mil postos de trabalho em setembro e 237 mil em outubro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.