finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Economia brasileira não terá recessão em 2014, diz Mantega

Ministro disse ainda que as medidas de estímulo ao crédito tomadas pelo BC não são incoerentes com o processo de combate à inflação

Adriana Fernandes, Renata Veríssimo, Agência Estado

29 de julho de 2014 | 19h33

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, em uma rápida entrevista aos jornalistas que fazem a cobertura diária da pasta, afirmou que não haverá recessão na economia brasileira em 2014. Segundo ele, quem faz está avaliação está "equivocado".

Mantega afirmou que, com as medidas de liberação do compulsório pelo Banco Central, que permitirão a oferta de mais crédito, o Brasil terá um início de terceiro trimestre com a economia recebendo mais estímulos. O ministro defendeu as medidas do BC, anunciadas na última sexta-feira, e rebateu avaliações de que elas são incoerentes com o processo de combate à inflação. Mantega destacou dados do BC, divulgados hoje, que mostram que a alta do crédito livre está abaixo da taxa de inflação.

Numa defesa da política econômica, Mantega disse que o combate à inflação está sendo "exitoso" e que o processo de queda dos preços continuará. O ministro afirmou que recebe uma avaliação diária da inflação e que ela está próxima de zero. Ainda segundo ele, se esta avaliação estiver correta, a inflação continuará em "trajetória decrescente" e vai estar "confortável" para a economia.

O ministro também argumentou que as medidas do BC não irão exercer pressão sobre os preços. Isso porque, em sua análise, o principal fator de pressão sobre a inflação foi a alta de alimentos, "que está superada", de acordo com Mantega.

Para o ministro, as ações do BC não são de grande impacto, mas vão colocar "um pouco de crédito na economia". "É preciso um pouco mais de crédito", disse Mantega ao destacar a importância das medidas para a recuperação da economia. O ministro se mostrou confiante de que os bancos irão emprestar esses recursos. "Se não emprestarem, vão perder".

Tudo o que sabemos sobre:
mantegapib

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.