Economia britânica deve encolher em 2012--economista da OCDE

A economia britânica deve encolher em 2012 depois de uma queda surpreendente no segundo trimestre, ao passo que a crise da dívida da zona do euro e a fraca demanda doméstica deixaram o retorno ao crescimento improvável, afirmou nesta terça-feira o economista da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) responsável pelas projeções da região, Christophe Andre.

Reuters

31 de julho de 2012 | 08h59

O Produto Interno Bruto (PIB) da Grã-Bretanha caiu 0,7 por cento no segundo trimestre, prejudicado por desde um feriado público extra até cortes de gastos governamentais e problemas na vizinha zona do euro.

"Boa parte disse é realmente por causa do ambiente externo --a crise da zona do euro irá pesar sobre o Reino Unido nos próximos meses", afirmou à Reuters o economista.

"Sob essas circunstâncias, não se pode esperar muito mais do que um crescimento muito lento", disse ele. "O PIB provavelmente cairá em 2012."

Embora alguns economistas prevejam há tempos uma contração econômica para o ano, a OCDE é a primeira grande organização internacional a enviar tal alerta.

Em maio, a OCDE projetou crescimento de 0,5 por cento para 2012, já abaixo da expansão de 0,8 por cento prevista pelo supervisor fiscal do governo OBR. O Fundo Monetário Internacional (FMI) cortou sua projeção para apenas 0,2 por cento neste mês.

(Reportagem de Sven Egenter)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROGRABRETANHAOCDE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.