Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Economia crescerá mais em 2004, prevê pesquisa

As projeções de crescimento da economia brasileira para 2004 saltaram dos 2% calculados no fim do ano passado para 3,1% conforme as projeções mais recentes captadas pelo BNDES com bancos e consultorias. As expectativas refletem a política monetária adotada pelo governo, a evolução da reformas e uma inflação mais controlada no próximo ano. As projeções para o ano que vem indicam crescimento das importações superior ao das exportações.As avaliações levam em conta que a condução da economia este ano deverá ajudar no crescimento mais significativo em 2004. ?As instituições estão vendo que o ano começou bem e estão sendo lançadas as bases para o crescimento de médio e longo prazos?, disse a gerente da área de planejamento do BNDES, Ana Cláudia Além.Ao contrário da revisão para cima do crescimento em 2004, as projeções para 2003 mantiveram-se praticamente no mesmo patamar desde o fim do ano passado, em torno de 1,8%.Também foram revistas as projeções de câmbio para dezembro deste ano e do ano que vem. As instituições pesquisadas pelo BNDES estimam que o câmbio encerrará este ano em R$ 3,30. No fim de 2004, a taxa seria de R$ 3,40. A estimativa média para a taxa Selic no fim deste ano é de 22,1% e ao final de 2004, de 16,3%. O superávit comercial esperado para este ano fica em US$ 16,2 bilhões e em US$ 15,7 bilhões ano que vem.

Agencia Estado,

06 de maio de 2003 | 18h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.