Economia da Alemanha fica estagnada no 4º trimestre

A economia da Alemanha inesperadamente se estagnou no quarto trimestre de 2009, com o aumento das exportações zerado pelo fraco consumo e baixo investimento do setor privado. Segundo dados divulgados pelo Escritório de Estatísticas Federal, o Produto Interno Bruto (PIB) do quarto trimestre ficou estável em relação ao terceiro trimestre, abaixo das estimativas dos economistas de crescimento de 0,3%. Em relação ao quarto trimestre do ano anterior, o PIB caiu 2,4%, quando ajustado ao número de dias trabalhados em cada ano. Houve 2,1 dias de trabalho a mais no quarto trimestre do que no mesmo período de 2008.

CYNTHIA DECLOEDT E DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

12 de fevereiro de 2010 | 08h11

A economia alemã saiu da recessão na primavera de 2009 (no Hemisfério Norte), ao registrar crescimento de 0,4% no segundo trimestre e de 0,7% no terceiro trimestre. O efeito estatístico de "carregamento" foi 0,5%, o que significa que na ausência de qualquer crescimento este ano, o PIB da Alemanha subiria 0,5% em 2010, baseado puramente em fatores estatísticos.

A economia alemã atravessou no ano passado sua maior contração em 60 anos, com queda do PIB de 4,9%, dado revisado de estimativa anterior de desaceleração de 5%, em base anual ajustada.

França

O Produto Interno Bruto (PIB) da França cresceu 0,6% no quarto trimestre do ano passado, em comparação com o terceiro trimestre, informou hoje a agência oficial de estatísticas Insee. O resultado foi puxado pelo aumento dos gastos dos consumidores, impulsionados pelo programa do governo de incentivo à troca de carros, e pela leve recuperação da produção industrial. O Produto Interno Bruto (PIB) dos últimos três meses de 2009 superou a média das estimativas dos analistas, de expansão de 0,5%.

A Insee revisou em baixa a estimativa para crescimento do PIB no terceiro trimestre, para 0,2%. Inicialmente, a agência havia calculado expansão de 0,3% no terceiro trimestre, ante o segundo trimestre.

Em relação ao quarto trimestre de 2008, o PIB da França teve no último trimestre do ano passado contração de 2,2%, a maior desde a Segunda Guerra Mundial, segundo a Insee. No quarto trimestre, os gastos dos consumidores aumentaram 0,9% em relação ao terceiro trimestre, enquanto a produção de serviços e bens subiu 0,6%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
economia, PIB, Alemanha, estagnação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.