Economia da Espanha tem contração de 1% no 2º trimestre

Apesar do número negativo, autoridades monetárias do país já veem sinais de ritmo menor de retração

Efe,

14 de agosto de 2009 | 05h12

A economia espanhola teve retração de 1% no segundo trimestre de 2009 em relação aos três primeiros meses do ano e a variação anualizada do Produto Interno Bruto (PIB) ficou em 4,1% negativo.

 

Os números, antecipados nesta sexta-feira, 14, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), se aproximam dos divulgados em 30 de julho pelo banco central da Espanha, que previu uma queda em relação ao primeiro trimestre de 0,9% e um recuo frente ao mesmo período de 2008 de 4%.

 

Segundo a autoridade monetária, embora persista a tendência de queda da economia, o ritmo é mais "contido" e, de certa forma, aponta para uma certa diminuição da retração da atividade e do ajuste do mercado de trabalho.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.