Economia da Europa cresce apenas 0,1%

A economia da União Européia (UE) cresceu apenas 0,1% no primeiro trimestre do ano na comparação com os últimos três meses de 2002. Se comparado ao primeiros meses do ano passado, o crescimento foi de 0,9%, abaixo do desempenho da economia dos Estados Unidos, que subiu 2% nos três primeiros meses do ano em relação ao mesmo período de 2002.O consumo cresceu em apenas 0,4%, mantendo a mesma base desde julho de 2002. Já os investimentos sofreram uma queda de 1,2%, o que deverá afetar os projetos de várias multinacionais européias espalhadas pelo mundo.Os piores resultados foram identificados na Alemanha, que registrou uma retração da economia em 0,2%. Na Itália e na Holanda, a queda foi de 0,1%. O melhor desempenho ficou para a Grécia, com um crescimento de 2,9%. Todos os países do Leste Europeu que serão membros da UE tiveram um crescimento bastante acima dos futuros sócios. A Lituânia, por exemplo, apresentou um crescimento de 9% do PIB nos primeiros meses do ano em comparação ao mesmo período do ano passado. O único futuro membro da UE que teve queda foi Malta, com uma retração de 1,9%.A estagnação também está sendo refletida no desempenho comercial do bloco europeu. As exportações da UE tiveram uma queda de 0,6% no primeiro trimestre do ano em comparação aos últimos meses de 2002. Já as importações estão foram salvas por causa da valorização do euro frente ao dólar. Entre janeiro e março, as compras feitas pela UE sofreram um leve aumento de 0,6%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.