coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Economia da Grécia encolhe 5,3% no primeiro trimestre

Em mais um protesto contra o governo, agricultores e comerciantes distribuíram alimentos grátis

15 de maio de 2013 | 09h45

ATENAS - Agricultores e comerciantes de um mercado de alimentos da capital grega convocaram greve de 24 horas nesta quarta-feira, 15, contra os planos de liberalização da agricultura no país.

Como parte do protesto, eles distribuíram gratuitamente um carregamento de alimentos vegetais. Houve tumulto quando dezenas de pessoas disputaram cebolas, alfaces e outros alimentos perecíveis espalhados na rua.

Números oficiais divulgados nesta quarta-feira indicam que a economia da Grécia encolheu 5,3% no primeiro trimestre, como reflexo dos cortes de gastos do governo, que se refletem no consumo e na atividade do País.

 

Os dados mostraram que a recessão entra no seu sexto ano consecutivo. Economistas mostram-se otimistas nas últimas semanas com a certeza de que o país não abandonará a zona do euro, mas ao mesmo tempo a economia não apresenta sinais de recuperação e o desemprego continua no nível recorde de 27% da população economicamente ativa.

O protesto dos agricultores foi apenas mais um dos sinais de descontentamento da população.Na véspera, grande número de estudantes e professores gregos participaram de uma protesto contra a decisão do governo de proibir uma greve de professores do ensino do ensino secundário e reduzir ao mínimo o pessoal que atende os hospitais públicos.

A chuva atrapalhou o protesto, bem como a crescente sensação de resignação entre a população, cansada das frequentes greves e protestos contra a austeridade desde 2010, quando o governo adotou várias medidas dentro de um pacote para cortar gastos e cumprir metas fiscais exigidas pelos credores.

Os sindicatos enfrentam dificultades em mobilizar os trabalhadores gregos, uma vez que o governo não atenuou as medidas de austeridade após inúmeros protestos e greves.

Tudo o que sabemos sobre:
gréciaatenasausteridadecriseprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.