Economia da Índia tem menor expansão em mais de 2 anos

A economia da Índia teve o menor crescimento em mais de dois anos no trimestre terminado em setembro, revelando o forte impacto da inflação, dos juros altos e da turbulência dos mercados globais sobre a terceira maior economia da Ásia.

MANOJ KUMAR E RAJESH KUMAR SINGH, REUTERS

30 de novembro de 2011 | 11h48

A expansão do Produto Interno Bruto (PIB) caiu a 6,9 por cento no segundo trimestre do ano fiscal, abaixo de 8 por cento pelo terceiro trimestre seguido.

A fraqueza foi ampla entre os setores. A indústria manufatureira, que é responsável por 16 por cento do PIB, cresceu apenas 2,7 por cento, enquanto a mineração contraiu-se em 2,9 por cento.

Economistas suspeitam que o ritmo de crescimento do PIB pode seguir na casa de 7 por cento nos próximos trimestres, e acreditam que se o banco central não estiver disposto a cortar juros, pode ser obrigado a relaxar as condições monetárias por outros meios.

O número da expansão do PIB ficou em linha com a mediana das previsões em uma pesquisa da Reuters e compara-se ao crescimento de 7,7 por cento registrado no trimestre anterior.

Tudo o que sabemos sobre:
MACROINDIAPIB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.