Michael Probst/AP
Michael Probst/AP

Economia da zona do euro tem o maior crescimento trimestral em cinco anos

PIB da região avançou 0,6% no primeiro trimestre, impulsionado pela expansão improvável de países como França e Espanha

Agência Estado e Reuters

29 de abril de 2016 | 09h06

BRUXELAS - O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro cresceu 0,6% no primeiro trimestre de 2016 na comparação com o trimestre anterior. Com a superação de anos de crise, a economia da zona do euro cresceu ao ritmo mais rápido em cinco anos no primeiro trimestre, impulsionada pela expansão improvável de países como França e Espanha.

Agora, a economia da região está maior do que no seu pico antes da crise financeira, embora tenha levado oito anos para se recuperar. O resultado superou a previsão dos analistas, que esperavam era de avanço de 0,4%.

Na comparação anual, o PIB da zona do euro cresceu 1,6% no primeiro trimestre deste ano. O número também veio acima do esperado, que era uma alta de 1,4%. O crescimento anualizado do PIB da zona do euro foi de 2,2% no primeiro trimestre.

O resultado de um avanço trimestral de 0,6% representa uma aceleração no crescimento, na comparação com o crescimento de 0,4% divulgado no quarto trimestre. A aceleração ocorreu mesmo em um período de turbulências nos mercados financeiros e de enfraquecimento na demanda por exportações da zona do euro da China e de outras grandes economias. 

O PIB da França cresceu 0,5% no primeiro trimestre do ano ante os três meses anteriores, segundo dados preliminares divulgados pelo instituto de estatísticas do país, o Insee. O resultado veio acima da expansão de 0,3% vista no quarto trimestre de 2015 ante o terceiro e superou a expectativa de analistas consultados pelo Wall Street Journal, de aumento de 0,4%. Na comparação anual, o PIB francês subiu 1,3% entre janeiro e março, também superando a projeção do mercado, de acréscimo de 1%. 

O ministro de Finanças francês, Michel Sapin, comentou que os números do primeiro trimestre indicam que a economia do país se encaminha para atingir a meta de crescimento de 1,5% estabelecida para este ano. 

Já o PIB da Espanha cresceu 0,8% no primeiro trimestre do ano ante os três meses anteriores, segundo dados preliminares divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em relação ao mesmo período de 2015, o PIB espanhol teve expansão de 3,4% entre janeiro e março, informou o INE. (Sergio Caldas, com informações da Dow Jones Newswires - sergio.caldas@estadao.com)

 

Tudo o que sabemos sobre:
PIBEconomiaEuropaFrançaEspanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.