Economia dos EUA continua a crescer sem inflação, diz BC

A recuperação da economia dos EUA ampliou-se em abril e maio, com muitas regiões registrando produção industrial mais forte, vendas no varejo robustas, crescimento acelerado do emprego e inflação contida, diz o livro bege do Banco Central norte-americano, o Federal Reserve, um sumário das condições da atividade econômica do país.Embora muitos dos 12 distritos regionais do Fed tenham informado aumento dos preços de matérias-primas, tais como aço, materiais de construção e de energia, a inflação para o consumidor foi "modesta". De acordo com a pesquisa, as vendas no varejo foram positivas em muitos distritos e a produção industrial também aumentou, com destaque para os setores de defesa, semicondutores, processamento de alimentos, papéis, têxteis, componentes de automóveis, produtos de metais e equipamentos de transportes.Muitos distritos também indicaram fortalecimento do mercado de mão-de-obra. "A atividade no mercado de mão-de-obra continuou a melhorar, com as contratações crescendo num ritmo mais acelerado em muitos distritos", diz o Fed. Mesmo assim os "salários tiveram pouca ou nenhuma pressão de alta".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.