Economia dos EUA desacelera e cresce 2,4% no 2º trimestre

Mercado esperava alta anualizada de 2,5%; país revisou de 2,7% para 3,7% a expansão do PIB no 1º trimestre

Danielle Chaves, da Agência Estado,

30 de julho de 2010 | 09h34

A economia dos EUA se desacelerou no segundo trimestre deste ano e o governo norte-americano indicou que a recessão foi mais profunda do que se pensava, o que acentua as preocupações com a força da recuperação econômica do país. Segundo o Departamento do Comércio, o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA subiu 2,4%, em taxa anualizada ajustada sazonalmente, entre abril e junho.

O dado veio levemente abaixo da estimativa dos economistas consultados pela Dow Jones, que era de alta de 2,5%. O dado do primeiro trimestre deste ano foi revisado em alta para mostrar que a economia cresceu 3,7%, em vez de 2,7% como informado anteriormente. No entanto, todas as estimativas para o crescimento da economia dos EUA desde o início de 2007 foram revisadas para baixo.

Os gastos dos consumidores norte-americanos - um motor fundamental para a economia dos EUA, responsável por mais de dois terços da economia do país - fez uma contribuição menor no segundo trimestre. O gasto dos consumidores subiram 1,6% no segundo trimestre, depois de terem crescido 1,9% nos três primeiros meses deste ano.

O gasto das empresas com equipamentos e software, por outro lado, continuou crescendo e subiu 21,9% no segundo trimestre, em comparação com o aumento de 20,4% registrado no primeiro trimestre. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
euaeconomiacrescimentoexpansão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.