Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

''Economia dos EUA está estável''

Geithner vê recuperação, mas alerta que processo será irregular

, O Estadao de S.Paulo

19 de maio de 2009 | 00h00

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, afirmou ontem que a economia americana começa a se estabilizar, mas a recuperação ainda está sujeita a novos períodos de desequilíbrio. "As coisas claramente se estabilizaram", afirmou, durante evento promovido pela revista Newsweek. "Mas a recuperação não será estável e regular. Será desigual e frágil durante algum tempo."Alguns dados econômicos, como o avanço do mercado de crédito, mostram uma reação positiva da atividade do país, segundo Geithner. "O ritmo da queda da maioria dos indicadores da atividade econômica se desacelerou fortemente. E esse é um começo importante."Entretanto, o secretário afirmou que, mesmo quando a economia voltar a crescer, provavelmente o desemprego continuará subindo. "Não haverá melhora por algum tempo para milhões de americanos", reconheceu, classificando essa recessão como a mais desafiante que o país já viu em gerações. O crescente déficit orçamentário precisa ser reduzido de forma "razoavelmente rápida", disse Geithner. "É um dos grandes desafios econômicos e políticos dos próximos cinco anos." No entanto, afirmou que os estímulos econômicos do governo não devem ser retirados até que a economia esteja recuperada. "Temos de esperar até vermos recuperação firmemente."Geithner ainda defendeu as políticas do Tesouro, afirmando que o departamento está "fazendo as coisas muito bem em termos de velocidade e qualidade".O secretário do Tesouro afirmou que as propostas de revisão da regulação financeira deverão ser apresentadas nas próximas semanas e antecipou que as iniciativas incluirão uma supervisão rígida do mercado de derivativos, entre outras medidas."Temos de adotar um novo olhar sobre o nosso sistema financeiro porque o nosso sistema financeiro não realizou medidas de importância vital", disse. Segundo Geithner, é preciso modernizar a regulação. "Temos um regime de supervisão inacreditavelmente arcaico, segmentado e complexo em nosso sistema", afirmou, acrescentando que as regras atuais fracassaram em proteger tanto os consumidores como os investidores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.