Economia mais forte abre espaço para queda do juro do BNDES

Taxa de Juros de Longo Prazo está atualmente em 5,50% ao ano; melhora do quadro econômico permitirá novos ajustes

Célia Froufe, Renata Veríssimo e Anne Warth, da Agência Estado,

26 de julho de 2012 | 13h59

BRASÍLIA - A melhora do quadro econômico brasileiro pode permitir novos ajustes na Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), atualmente em 5,50% ao ano, segundo o secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, Antonio Henrique da Silveira. "As decisões do CMN (Conselho Monetário Nacional) vêm à luz da situação econômica. O cenário permitiu a redução da TJLP, e uma melhora do quadro permitirá novos ajustes, quando a economia se mostrar adequada", afirmou, durante cerimônia de balanço do PAC 2. Ele salientou que a TJLP já foi ajustada várias vezes durante vários governos.

O secretário também enfatizou que o governo tem tomado atitudes seguidas para tentar recompor a confiança empresarial, que sofreu abalo por conta da crise, que está em seu prolongamento. Segundo ele, existem sinais de reversão dessa crise e o governo tem "plenas condições" de dar sinais seguidos de estímulos à economia brasileira. Silveira voltou a citar a desoneração de energia elétrica e a nova rodada de concessões em agosto.

Tudo o que sabemos sobre:
jurosBNDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.