Economia mundial melhora mas depende dos EUA, diz FMI

O diretor-gerente do FMI, Horst Köhler, disse que a economia global está melhorando, mas que reduzir a "excessiva dependência" em relação aos EUA deve ser a prioridade na reforma econômica mundial. "A perspectiva econômica global está melhorando, ajudadas pelo desenvolvimento nos EUA", disse Köhler, durante reunião da Assembléia-Geral da ONU.Köhler afirmou que essas são boas notícias para os países emergentes, mas que os riscos permanecem. "O mais importante entre esses riscos é a excessiva dependência da economia mundial em relação ao crescimento nos EUA e o resultante desequilíbrio global nas contas correntes", disse. "Resolver esses desequilíbrios de uma maneira ordenada deve ser o principal objetivo da política econômica internacional".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.