Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Economia nos EUA mantém expansão, aponta relatório do Fed

A economia continuou a se expandir na maior parte dos EUA em junho e no começo de julho, mas o mercado imobiliário mostrou desaquecimento em algumas das regiões onde estava mais aquecido, como Washington (DC), Califórnia e Flórida. É o que diz o "livro bege", o sumário sobre as condições da economia que servirá de base para as decisões de política monetária a serem tomadas na próxima reunião do Comitê de Mercado Aberto do Federal Reserve (Fomc), no dia 9 de agosto.O relatório divulgado hoje foi preparado pelo Federal Reserve Bank de Kansas City, com base em dados coletados até 18 de julho. Segundo o "livro bege", a região de Nova York foi a única a relatar desaceleração no crescimento econômico. Três dos 12 distritos do Fed falaram em crescimento mais rápido e outros cinco relataram crescimento "sólido" ou "moderado". Três distritos se abstiveram de caracterizar o ritmo de crescimento.O relatório também diz quer a atividade industrial e as vendas no varejo cresceram na maioria das regiões e que as pressões de preços se reduziram ou ficaram inalteradas na maioria delas. As pressões de salários foram "moderadas" e a demanda por crédito mostrou crescimento. O mercado de mão-de-obra melhorou, mas as diferentes regiões relataram tendências variadas no movimento de contratações. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

27 de julho de 2005 | 15h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.