Economia precisa de estímulo, diz porta-voz de Bush

O crescimento de 1,6% do PIB dos Estados Unidos no primeiro trimestre deste ano "é outro sinal de que a economia americana precisa de um estímulo" como o pacote de corte de impostos proposto pelo presidente George W. Bush, afirmou o porta-voz da Casa Banca, Ari Fleischer.O índice foi maior que a média anualizada de 1,4% do quarto trimestre de 2002, mas ficou abaixo da expectativa média de analistas consultados pela Dow Jones, de crescimento de 2,3%. Bush tem trabalhado para que o plano de corte de impostos de US$ 550 bilhões em dez anos seja aprovado pelo Congresso, que rejeitou a proposta de um pacote de estímulo econômico de US$ 726 bilhões para dez anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.