seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Economista-chefe do FMI anuncia que deixará o cargo

O economista-chefe do FMI, Raghuram Rajan, anunciou que vai renunciar ao cargo e voltar a sua posição de professor na Universidade de Chicago no começo de 2007. Rajan disse ter sido convidado pelo FMI a permanecer no cargo por um segundo mandato de três anos, mas que a Universidade de Chicago deu a entender que não permitiria que ele prorrogasse sua licença. O diretor-gerente do FMI, Rodrigo de Rato, elogiou Rajan como "uma voz articulada e influente do Fundo sobre a necessidade de aproveitar as oportunidades apresentadas pela globalização, ao mesmo tempo apontando para os riscos derivados dos desequilíbrios globais e da alta dos preços do petróleo", informou a Dow Jones. "Sua partida é uma grande perda pessoal para mim", acrescentou De Rato.

Agencia Estado,

22 de agosto de 2006 | 16h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.