carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Economista de Menem acusa ação política de Lula

O economista argentino Pablo Rojo, assessor do candidato à Presidência Carlos Menem, classificou hoje de "político" o anúncio feito pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva do empréstimo que o BNDES fará para financiar as exportações da Argentina. Em uma entrevista à uma rádio de Buenos Aires, o ele afirmou que a medida Lula não se concretizará porque "tem basicamente um sentido político". "Não creio que empréstimos deste tipo terminem sendo efetivamente desembolsados", disse. Segundo Rojo, "em uma semana ninguém fala mais deste tema e tudo se esquece".O adversário de Menem, o também peronista Néstor Kirchner, está cada vez melhor posicionado nas pesquisas de opinião. Enquanto isso, crescem os rumores de que o ex-presidente Menem poderia renunciar à candidatura com o argumento de que houve fraude no primeiro turno e que o mesmo ocorrerá no segundo turno. A visita de Kirchner ao Brasil, segundo analistas políticos, deverá ajudar o candidato do presidente Eduardo Duhalde.

Agencia Estado,

06 de maio de 2003 | 16h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.