Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Economistas esperam inflação sob controle e expansão de 4,7%

Pesquisa do Banco Central mostra expectativa do mercado para o IPCA em 3,92% neste ano

Renato Andrade, da Reuters,

12 de novembro de 2007 | 09h16

As projeções para o comportamento da inflação e do crescimento econômico brasileiro em 2007 e 2008 ficaram praticamente estáveis, segundo pesquisa semanal feita pelo Banco Central.  De acordo com o mais recente levantamento, divulgado nesta segunda-feira, 12, economistas esperam que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) feche o ano com alta de 3,92%, levemente acima dos 3,83% estimados na pesquisa anterior. Para 2008, os analistas consultados pelo BC mantêm há sete semanas a estimativa de alta de 4,10% para o IPCA. Nos dois casos, as projeções indicam inflação abaixo do centro da meta fixada pelo governo, que é de 4,5%. Quanto ao crescimento, os analistas seguem firmes na aposta que a economia do País crescerá 4,7% em 2007. Para 2008, entretanto, houve uma pequena alteração. Agora, os analistas acreditam que o Produto Interno Bruto (PIB) do País vai se expandir 4,32% no próximo ano, e não mais 4,37% como estimado no levantamento passado.

Tudo o que sabemos sobre:
FocusinflaçãoPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.