Ecopetrol investirá US$ 8,48 bi em 2010 no Brasil, EUA e Peru

Verba faz parte do plano de investimentos da empresa colombiana de US$ 60 bilhões em sete anos

Marcílio Souza,da Agência Estado,

12 de dezembro de 2009 | 10h11

A petroleira estatal colombiana Ecopetrol vai investir US$ 8,48 bilhões em suas operações na Colômbia, Brasil, Peru e nos EUA em 2010 como parte de seu plano de investimento de US$ 60 bilhões em sete anos.

 

A companhia vai aplicar US$ 6,93 bilhões em suas próprias operações, 11,4% mais do que os US$ 6,22 bilhões de 2009, e o restante em suas subsidiárias, disse o executivo-chefe do grupo, Javier Gutierrez, em entrevista coletiva na sexta-feira.

 

Do total de US$ 6,93 bilhões, US$ 951 milhões serão destinados à exploração, US$ 3,6 bilhões à produção, US$ 1,29 bilhão ao refino e ao segmento de petroquímicos, US$ 735 milhões para o transporte e US$ 387 milhões para outros investimentos, como biocombustíveis.

 

Como resultado, a Ecopetrol espera ampliar sua produção para 600 mil barris de petróleo equivalente por dia, dos 514 mil barris do terceiro trimestre de 2009.

 

Para financiar o aporte, a petroleira planeja levantar US$ 3,5 bilhões, o que pode ocorrer por meio da emissão de bônus nos mercados locais e internacionais, ou junto a bancos comerciais e agências de exportação, disse Gutierrez. O grupo não planeja emitir novas ações no ano que vem, segundo ele, mas poderá decidir vender uma fatia adicional de 9,9% de seu capital acionário se fizer mais alguma aquisição.

 

Neste ano, a Ecopetrol comprou 50% da Petrotech Peruana, por US$ 450 milhões, uma fatia de 51% numa refinaria em Cartagena da companhia de commodities suíça Glencore International, por US$ 549 milhões, e a unidade colombiana da francesa Etablissements Maurel et Prom, por US$ 748 milhões. O grupo também adquiriu uma fatia em um oleoduto da Enbridge por US$ 418 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
EcopetrolColômbiaEconomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.