EDB pode participar de leilão da Cesp só ou em parceria

A companhia Energias do Brasil (EDB) ainda não definiu se vai participar sozinha ou em parceria do leilão da Companhia Energética de São Paulo (Cesp), no dia 26 de março. A empresa já entregou os documentos para participar do leilão e é uma das cinco pré-qualificadas. O analista de relações com investidores da empresa, Cleverson Murakawa, que apresentou hoje os resultados da empresa em reunião promovida pela Apimec, disse que não podia comentar o assunto.Junto aos dados apresentados hoje na Apimec no Rio, o analista e a superintende de relações com investidores da empresa, Flávia Eller, revelaram que serão investidos R$ 1,9 bilhão entre 2008 e 2009 em geração de energia. A idéia é diversificar o portfólio da empresa no País. Deste total, R$ 1,6 bilhão serão provenientes de caixa próprio empresa. Entre os principais projetos que a companhia deve priorizar nestes investimentos está a construção da térmica Pecém, no Ceará, que terá capacidade para gerar 720 megawatts (MW). Pré-qualificadasA lista das empresas pré-qualificadas para o leilão da Cesp, divulgada na sexta-feira, inclui CPFL Energia, Tractebel, Neonergia, EDB e Alcoa. O nome de nenhum consórcio constava na lista, mas há expectativa de que as três primeiras empresas se unam para levar a Cesp.De acordo com o edital de privatização, as empresas pré-qualificadas devem efetuar o depósito de garantia em 25 de março, no valor de R$ 1,74 bilhão. No mesmo dia, saem a lista dos qualificados, que considerará as companhias que promoverem o depósito. O leilão ocorre no dia seguinte, na Bovespa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.