Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Edemar voltará à mansão para apontar bens pessoais

O ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira voltará, com sua esposa e filhos, à mansão onde morava para identificar, entre os bens já arrecadados pela massa falida do Banco Santos, os objetos familiares e pessoais. A decisão é da 1.ª Vara Cível de Pinheiros. As visitas, que estão previstas para ocorrer até o dia 4 de março, deverão ser acompanhadas por um oficial de justiça.

PEDRO DA ROCHA, Agencia Estado

22 de fevereiro de 2011 | 17h55

O juiz Régis Rodrigues Bonvicino determinou também que o depositário fiel, Vânio Aguiar - que está tomando conta dos bens -, apresente lista de todos os bens existentes na casa para que possa ser determinada a saída dele da residência, no prazo de dez dias.

A decisão do juiz diz que Aguiar, durante o curso do processo, consultou os autos sem autorização ou sem a presença do magistrado, atitude que é permitida somente aos envolvidos ou aos advogados, em razão de o processo estar em segredo de justiça.

Tudo o que sabemos sobre:
Edemar Cid Ferreirabensmansão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.