Editora Abril cresce no segmento de educação

Empresa, que passa por reestrutuação na área editorial, divulga números positivos na área do ensino

13 de agosto de 2013 | 10h27

SÃO PAULO - A Abril Educação, do grupo Abril, encerrou o segundo trimestre de 2013 com receita líquida de R$ 164,7 milhões, 61% maior que no mesmo período do ano anterior.

No primeiro semestre, a receita líquida foi de R$ 389,6 milhões, o correspondente a um aumento de 11% em relação ao mesmo período de 2012.

O grupo Abril divulgou, no início de agosto, comunicado oficial confirmando o fechamento das revistas Alfa, Bravo!, Gloss e Lola, assim como o portal Club Alfa. Em função da reestruturação, cerca de 150 profissionais de várias áreas foram demitidos.

Os números da Abril Educação divulgados nesta terça-feira, 13, mostram crescimento da Abril Educação. A geração de caixa da empresa no semestre foi de R$ 175,5 milhões, 14,5% superior ao do primeiro semestre de 2012.

"Nos primeiros seis meses de 2013, a Abril Educação registrou crescimento em todas as linhas de negócios", informou o presidente da companhia, Manoel Amorim, no comunicado sobre o balanço.

 

Os Sistemas de Ensino - Anglo, SER, Maxi, pH e GEO - lideraram o crescimento no segundo trimestre com receita líquida de R$ 71,5 milhões, 43% maior em relação ao mesmo período de 2012.

 

As editoras Ática e Scipione recuperaram receitas e registraram crescimento de 145% no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, alcançando R$ 16,5 milhões.

O crescimento se concentrou no segmento público, que totalizou R$ 14,6 milhões com a retomada de faturamento de vendas para o governo no período.

Nos primeiros seis meses de 2013, a receita líquida das editoras totalizou R$ 123,8 milhões, 18% inferior ao do ano passado.

As Escolas e Cursos Preparatórios (Anglo, pH e ETB) alcançaram receita líquida de R$ 51,3 milhões no segundo trimestre, 14% acima do mesmo período do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
Editora Abril

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.