Educação pesa e IPCA sobe 0,49% em fevereiro

A inflação pelo Índice Nacionalde Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi de 0,49 por cento emfevereiro, puxada principalmente pelos custos ligados aeducação. O indicador, divulgado nesta terça-feira pelo InstitutoBrasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrou levedesaceleração frente à taxa de 0,54 por cento vista em janeiro.Analistas consultados pela Reuters esperavam inflação de 0,45por cento, pela mediana das estimativas. O grupo Educação foi o que mais pesou sobre o índice, comalta de 3,47 por cento e contribuição de 0,24 ponto percentualno IPCA geral. Em 12 meses até fevereiro, o IPCA acumula alta de 4,61 porcento, o maior patamar desde abril de 2006 e acima da metacentral de inflação de 4,5 por cento. "A taxa de 12 meses subiu agora e vem subindo há muitotempo. Trocamos taxas menores por maiores nos últimos meses.Embora a inflação esteja recuando em relação ao segundosemestre, ela está em um patamar mais alto que em 2007",afirmou a economista do IBGE Eulina Nunes dos Santos. O IPCA de março ainda vai ser pressionado, segundo Eulina,por resíduos da pressão sobre os preços de educação e da tarifade táxi no Rio de Janeiro, além do aumento em tarifas de água eesgoto (Belo Horizonte) e ônibus (São Paulo). ALIMENTAÇÃO Apesar de desacelerar frente ao mês anterior, o grupoAlimentação e bebidas representou o segundo maior peso no IPCA. Esses preços subiram 0,60 por cento em fevereiro, ante 1,52por cento em janeiro. No primeiro bimestre, os alimentos acumulam alta de 2,13por cento, frente a 1,62 por cento no mesmo período de 2007. "Os alimentos estão pressionando mais no início deste anoque no começo de 2007. Ainda é reflexo da alta no segundosemestre do ano passado, há ainda um efeito da demanda internae externa", destacou a economista do IBGE. "Nossa safra deve ser maior que a de 2007... mas 91 porcento dela está concentrada em milho, soja e arroz." (Por Rodrigo Viga Gaier; Texto de Daniela Machado; Ediçãode Alexandre Caverni)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.