Efeito Ambev ainda predomina no mercado de ações

Terminada a primeira parte do pregão, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera com alta de 0,20%, às 13h30. O volume negociado foi de R$ 527 milhões. As ações mais negociadas são as preferenciais (PN, sem direito a voto) da Ambev, as quais operam em baixa de 3,78%. Os papéis da companhia também são destaques de baixa esta manhã na Bovespa. Isso porque os investidores consideram que o controle da empresa deve ser trocado futuramente Já o destaque de alta são as ações ordinárias (ON com direito a voto) da Ambev, que, pela Lei das S.As., dão direito ao tag along em caso de troca de controle. O tag along é o direito que garante aos acionistas minoritários, no caso de venda do controle da companhia, as mesmas condições de oferta dadas aos controladores. O movimento de queda das ações preferenciais da companhia é uma reação ao anúncio de que a cervejaria belga Interbrew ficará com o controle de 85% da Ambev. Os minoritários da cervejaria que detêm preferenciais devem ser prejudicados com a incorporação. O fato é que, na formatação desta operação, serão emitidas 13,8 bilhões de ações preferencias da Ambev, o que diluirá ainda mais a participação dos acionistas minorirários nas preferenciais. Ontem Ambev PN desabou 14,96%. Diante disso, os investidores estão se desfazendo das ações preferenciais da cervejaria e comprando ações ordinárias de outras empresas. Efeito no mercado Esse movimento é mais nítido no setor de telecomunicações, cujas empresas são consideradas o principal alvo de futuras aquisições. No final da manhã, as ordinárias da Tele Celular Sul disparavam 9,83% e a preferencial avançava apenas 0,27%. Telemar PN cedia 1,50% enquanto a ON avançava 4,73%, depois de ter subido mais de 10% esta manhã. Outro bom exemplo era Brasil Telecom ON, que operava em alta de 4,39%. Já a PN recuava 1,26%. Fora do setor de telecomunicações, esse movimento era notado também em Embraer. A ON subia 5,49% enquanto a PN recuava 0,61%. Para ler mais: Ações da Ambev despencam e Bolsa fecha em alta de 0,48% Associação de minoritários terá reunião com Ambev Acordo com Interbrew não é favorável a minoritário da Ambev Interbrew fecha em alta de 2,61% na Bolsa de Bruxelas Ambev terá gestão compartilhada, mas Interbrew detém controle Fusão AmBev/Interbrew é destaque na Europa AmBev tem lucro líquido de R$ 1,411 bilhões em 2003 AmBev não está sendo comprada, diz InterBrew Lucro da Interbrew subiu 9,1% em 2003, abaixo do esperado Ações da Interbrew caem 5,35% com anúncio de acordo Ambev e Interbrew anunciam termos de troca de ações Ambev admite vazamento de informações sobre fusão Ambev será investigada por uso de informação privilegiada AmBev anuncia que negocia várias operações com Interbrew Negociação AmBev-Interbrew derruba ações na Bélgica

Agencia Estado,

04 Março 2004 | 13h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.