Egito assina acordo de empréstimo de US$ 1 bilhão com Turquia

O Egito assinou um acordo neste domingo para pegar emprestado 1 bilhão de dólares da Turquia, metade do pacote de ajuda que Ancara havia prometido para o Cairo no início deste mês, divulgou a agência de notícias estatal do Egito.

Reuters

30 de setembro de 2012 | 16h22

O presidente Mohamed Mursi assinou o contrato de empréstimo com o primeiro-ministro turco, Receb Tayyip Erdogan, depois de fazer um discurso na conferência do Partido turco AK, da situação.

"O presidente Mohamed Mursi e o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan concordaram em assinar um empréstimo no valor de 1 bilhão de dólares da Turquia", disse a agência de notícias estatal MENA, citando o ministro das Finanças do Egito. A agência não entrou em detalhes sobre o acordo.

Em seu discurso, Mursi falou dos fortes laços políticos regionais com a Turquia e elogiou o país por ter sido o primeiro a apoiar a revolução egípcia que derrubou Hosni Mubarak e levou a Irmandade Muçulmana ao poder.

Autoridades do Partido da Justiça e Liberdade, de Mursi, disseram que não veem a Turquia ou o Partido AK como modelos políticos.

No entanto, analistas dizem que os novos governantes islamistas do Egito estão observando o sucesso do partido turco em construir uma potência econômica regional que causou um forte crescimento.

Abatido por meses de turbulência política, o Egito vem tentando aumentar a confiança dos investidores em sua economia.

Doações e empréstimos do Fundo Monetário Internacional, dos Estados do Golfo e de outros países desempenharam um papel no aumento da confiança.

(Texto de Marwa Awad)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEGITOTURQUIAEMPRESTIMO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.