finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Eike Batista ameaça processar revista ‘Veja’

 Empresário publica no Twitter que vai exigir retratação da revista sobre sua dívida com o BNDES

Cley Scholz, do Economia & Negócios,

15 de abril de 2013 | 09h59

 SÃO PAULO - O empresário Eike Batista publicou na rede Twitter, na internet, que vai cobrar retratação da revista Veja. A revista semanal publicou em sua edição desta semana que o grupo X, de Eike, deve R$ 10 bilhões ao BNDES, além de R$ 5,5 bilhões ao Itaú, R$ 4,8 bilhões ao Bradesco e R$ 1,6 bilhão ao BTG Pactual.

"Mentira da Veja hoje! Exposição de risco de 10BI de reais com o BNDES! Número real = 109 milhões de reais em Exposição com o grupo EBX!", escreveu o empresário.

A análise dos dados dos balanços das empresas abertas do grupo X, feita pelo Broadcast, serviço de informações em tempo real da Agência Estado, mostra que o endividamento com o BNDES é de cerca de R$ 4,5 bilhões. Como holding EBX é uma companhia fechada, não é possível saber com precisão o tamanho da dívida total de Eike.

Eike também reclamou no Twitter da Veja da semana passada, sobre o superporto do Açu, em construção no litoral norte do Rio de Janeiro. "Mentiras da Veja! Semana passada disse que o porto do Açu estaria afundando".

No início do ano, o empresário foi capa de Veja com unifirme militar chinês, com o tíutulo 'Eike Xiaoping". A reportagem falava da lista dos milionários brasileiros e dava destaque à fortuna de Eike, que então era o oitavo na lista dos mais ricos da revista Forbes.

A reportagem desta semana de Veja conclui que Eike sairá da atual crise muito menor do que já foi. Já seu novo sócio, o banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, poderia levar vantagem: "Esteves pode estar no lugar certo na hora certa", diz Veja.

A OSX, empresa de construção naval e offshore do grupo EBX, demitiu, na sexta-feira, cerca de 80 funcionários da equipe que trabalha no estaleiro em fase final de construção no Superporto do Açu. Em nota, a OSX creditou as demissões a um processo de readequação da equipe.

As postagens de Eike no Twitter no fim de semana provocaram reações de internautas que se disseram prejudicados com as perdas de mais de 60% das ações do grupo desde o começo do ano.

Confira abaixo o que o empresário Eike Batista escreveu no Twitter:

Tudo o que sabemos sobre:
eikebatistaogxaçubtgbndes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.