Eleição nos EUA trava Alca, diz Argentina

As negociações entre o Mercosul e a Alca não deverão avançar antes as eleições nos Estados Unidos, disse o chanceler argentino, Rafael Bielsa. "É pouco sério pensar em assinar algo antes da posse do novo presidente" norte-americano, afirmou.Já em relação às negociações com a União Européia, o chanceler argentino considera que estão avançadas. Mas Bielsa defendeu que a assinatura de um acordo entre Mercosul e UE precisa ser "ambicioso", independentemente do tempo de duração das negociações. "Entre um acordo rápido e não ambicioso, e um mais lento e ambicioso, a opção é pelo segundo", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.