Eletrobrás: Eletronet não tem direitos sobre fibra ótica

A Eletrobrás divulgou comunicado ao mercado reforçando que a Eletronet não tem qualquer propriedade sobre as redes de fibra ótica do sistema de transmissão do grupo. O texto esclarece que a Eletronet tinha o "direito de utilização parcial" temporário da rede, segundo acordo firmado com a subsidiária Lightpar em agosto de 1999, mas a posse da rede foi retomada em dezembro de 2009, por determinação do Tribunal de Justiça do Rio atendendo a ação movida pela Advocacia Geral da União.

NICOLA PAMPLONA, Agencia Estado

25 de fevereiro de 2010 | 20h40

"São infundadas, improcedentes e inverídicas, portanto, as notícias que apontam a massa falida da Eletronet, pessoas ou empresas que nela detenham participação, ou quaisquer outras, como proprietárias ou detentoras da posse da rede de fibras óticas da Eletrobrás", diz a nota.

No início da semana, o jornal Folha de S. Paulo publicou reportagem apontando a contratação do deputado cassado José Dirceu como consultor pelo proprietário da Star Overseas, controladora da Eletronet. Segundo a reportagem, a empresa poderia se beneficiar com planos do governo para usar a rede da Eletrobrás em um plano de universalização da banda larga no País.

Tudo o que sabemos sobre:
Eletrobrás, Eletronet, fibra ótica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.