Eletrobrás quer dobrar geração de energia até 2012

Aumento será possível com a construção de três hidrelétricas e da usina nuclear de Angra 3

Adriana Chiarini e Alberto Komatsu, da Agência Estado, Agencia Estado

17 de setembro de 2009 | 14h03

A Eletrobrás pretende dobrar a atual geração de energia até 2012, disse o diretor da companhia Miguel Colasuonno à Agência Estado. Ele explicou que o aumento de energia será possível pela construção das hidrelétricas de Belo Monte, Tapajós e Eldorado e a usina nuclear de Angra 3.

Segundo Colasuonno, a construção de Angra 3 deve começar no fim de outubro. Ele espera para o mesmo mês a aprovação pelo Ibama da licença ambiental para Belo Monte. "A energia tem que vir na frente para permitir o crescimento da indústria", disse ele.

De acordo com o executivo, o presidente da Eletrobrás, José Antonio Muniz Lopes, irá detalhar nesta sexta-feira, 18, no Fórum Especial, promovido pelo ex-ministro do Planejamento João Paulo dos Reis Velloso, o projeto de dobrar a geração de energia até 2012. Colasuonno participou nesta quinta-feira, 17, do mesmo evento.

Tudo o que sabemos sobre:
energiaEletrobrásgeração

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.