Eletrobrás quer renovar concessões para explorar setor

O diretor financeiro da estatal de energia elétrica Eletrobrás, Astrogildo Quental, defende que o governo renove todas as concessões para a exploração de serviços de eletricidade, tanto de geração quando de transmissão. Em teleconferência com analistas realizada na manhã de hoje, Quental disse que a Eletrobrás vai defender essa posição para as usinas do grupo. A Eletrobrás responde por cerca de 40% da capacidade de produção de energia elétrica do País e por cerca de dois terços das linhas de transmissão da rede básica (alta tensão) e algumas usinas do grupo têm prazos de concessão apenas até 2015, conforme previsto na Constituição de 1988.Quental fez a colocação em resposta à pergunta de um analista se ele considera que haveria algum problema na renovação das usinas da Companhia Energética de São Paulo (Cesp), que deve ser leiloada na quarta-feira (dia 26). "No caso da Eletrobrás vamos trabalhar para manter o que já temos, tanto na geração quanto na transmissão", reiterou, lembrando que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já concedeu a renovação para muitos empreendimentos de diversas empresas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.