Eletronorte não deve participar do leilão de Jirau

O presidente da Eletrobrás, José Antonio Munir Lopes, disse hoje que a Eletronorte não deverá participar do leilão da usina hidrelétrica de Jirau, marcado para o dia 19. "A princípio a Eletronorte não vai participar de Jirau, mas esse assunto será discutido hoje, na reunião do Conselho da Eletrobrás", disse Lopes, referindo-se a reunião marcada para esta tarde, em Brasília. Lopes, que participou hoje da cerimônia de posse do engenheiro Jorge Palmeira, no cargo de presidente da Eletronorte, lembrou que três empresas do sistema Eletrobrás deverão participar do leilão: Furnas, em parceria com a Odebrecht; Chesf e Eletrosul, que deverão se associar à Camargo Corrêa e à franco-belga Suez. Lopes defende que a Eletronorte feche uma parceria com o consórcio que vier a vencer a disputa. "Desse modo, a empresa, que tem experiência na região, não tem como ficar de fora do projeto", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.