Eletros descarta risco de faltar itens da linha branca

O presidente da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), Lourival Kiçula, descartou hoje a possibilidade de desabastecimento no varejo de produtos da linha branca (geladeiras, fogões, lavadoras e tanquinhos) beneficiados pela redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Segundo ele, pode estar em andamento um movimento de formação de estoques por parte do varejo para aproveitar o último mês de redução do IPI, que vence ao final da primeira quinzena de julho.

FABRÍCIO DE CASTRO E RODRIGO PETRY, Agencia Estado

16 de junho de 2009 | 18h58

O executivo destacou que a produção de geladeiras, fogões e máquinas de lavar aumentou em média 30% desde o anúncio da redução do IPI, enquanto as vendas para o varejo subiram 20%. Kiçula afirmou que a indústria está preparada para suprir um eventual aumento das encomendas e que qualquer falta de produtos nas lojas será um fato isolado.

A superintendente da rede Magazine Luiza, Luiza Trajano, relatou ontem que nos últimos dias começaram a faltar produtos como geladeiras e, principalmente, máquinas de lavar nas lojas. Segundo a executiva, que preside o Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IDV), a entidade já prepara um estudo a ser encaminhado ao governo solicitando a prorrogação da redução do IPI.

Tudo o que sabemos sobre:
varejoeletrodomésticosIPI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.