Em 2009, seguro obrigatório de carros e motos sobe; ônibus cai

Imposto subirá R$ 9 para carros e R$ 3,91 para motos e caminhões; para coletivos, redução será de R$ 35,88

Carolina Ruhman, Agência Estado

18 de dezembro de 2008 | 18h57

O Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) divulgou nesta quinta-feira, 18, o reajuste das tarifas para o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT). Das seis categorias, quatro sofrerão aumentos e duas, redução nas tarifas.   Veja também: Contribuintes poderão parcelar débito do IPVA em São Paulo   As tarifas de seguro para automóveis ou camionetas particulares ou para aluguel ou aprendizagem (categorias 1 e 2) subirão de R$ 84,87 neste ano para R$ 93,87 no ano que vem; a tarifa para motos (categoria 9), de R$ 255,13 para R$ 259,04; e para caminhões, caminhonetes ou tratores (categoria 10) de R$ 94,15 para R$ 98,06. Já as tarifas para microônibus, ônibus de aluguel ou aprendizagem (categoria 3) cairão de R$ 380,83 neste ano para R$ 344,95 no ano que vem. Da mesma forma, a tarifa para microônibus, ônibus ou particular (categoria 4) diminuirá de R$ 258,25 para R$ 215,37.   O CNSP manteve inalterados os valores das indenizações por morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas decorrentes de acidentes de trânsito. Eles continuarão de R$ 13.500 por morte, até R$ 13.500 por invalidez permanente e até R$ 2.700 por despesas de assistência médica e suplementares.   O CNSP informou ainda que de janeiro a novembro de 2008, foram pagas mais de 251 mil indenizações por morte, invalidez permanente e reembolso por despesas médicas, totalizando cerca de R$ 1,4 bilhão. Nesse mesmo período, cerca de R$ 2 bilhões foram repassados ao Fundo Nacional de Saúde e R$ 220 milhões ao Departamento Nacional de Trânsito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.