finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Em 9 meses, México recebeu US$ 9,75 bi de estrangeiros

Governo mexicano tinha calculado que receberia investimentos de US$ 15 bilhões em 2009

Efe,

21 de novembro de 2009 | 04h45

México recebeu US$ 9,75 bilhões de Investimento Estrangeiro Direto (IED) nos primeiros nove meses de 2009, informou a Secretaria de Economia.

 

Em 2008 o número consolidado e revisado do IED se situou em US$ 22,516 bilhões, em tanto que nos últimos dois anos e nove meses México recebeu um total de US$ 59,361 bilhões.

 

A secretaria informou que o número registrado entre janeiro e setembro deste ano provém de 2.937 empresas em cujo capital social participa o investimento estrangeiro.

 

Os setores que receberam estes recursos estrangeiros foram a manufatura, com 38,9% do total; serviços financeiros, com 22,9%; outros serviços, 16,2%, da mesma forma que o comércio com idêntico percentagem, enquanto outros setores captaram 5,8 %.

 

Os fluxos de investimento provieram principalmente dos Estados Unidos (55,3%), o primeiro parceiro comercial do México, país com o qual compartilha o Tratado de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta), do que também faz parte Canadá.

 

Lodo depois estão Holanda (14,8%), Porto Rico (11,9%), Canadá (5,8%), Reino Unido (4,4%), Espanha (4,2%), França (2%), e o resto de outros países.

 

O Ministério explicou que este informe será enviado ao Congresso mexicano, embora esclareceu que o número pode ser atualizado.

 

O Governo tinha calculado que este ano México poderia receber cerca de US$ 15 bilhões, apesar à contração da economia pela recessão que castigou à maior parte das economias do mundo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.