Em dez dias, preço do álcool cai 22% em Ribeirão Preto

O preço do litro do álcool hidratado recuou entre 21,42% e 22,85% na maioria dos postos de combustíveis de Ribeirão Preto (SP), graças à queda do valor nas usinas e a uma guerra entre distribuidoras. Entre a manhã do último dia 7 e a de hoje, o litro do hidratado, utilizado no abastecimento de veículos flex ou só a álcool, caiu de R$ 1,40 para entre R$ 1,08 e R$ 1,10 na maioria dos estabelecimentos da cidade paulista.De acordo com o vice-presidente da Associação Brasileira de Postos de Combustíveis (Brascombustíveis), Renê Abbad, o movimento de baixa para o consumidor foi intensificado após a distribuidora Ipiranga reduzir a margem sobre álcool em Ribeirão Preto e ser acompanhada pelas outras companhias.Abbad afirmou que as distribuidoras impõem essa diminuição de margem ao revendedor e não dão descontos se houver uma recusa na redução dos preços. "Hoje o dono de posto paga R$ 0,95 o litro do álcool e tem de vender a R$ 1,09. Se o negócio for no cartão de crédito, ele vai perder dinheiro e se ele se negar a abaixar as empresas cobram o preço cheio", criticou Abbad.Já nas usinas de São Paulo, de acordo com o levantamento semanal do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, o preço do litro do álcool vem de três quedas consecutivas até a última sexta-feira, num recuo acumulado de 8,26% desde 20 de março, de R$ 0,7622 para R$ 0,6992.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.