Em dia de Copom, Bolsa recua 0,27% e dólar sobe

O mercado de juros teve um dia de ajustes à decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de reduzir a Selic, a taxa básica de juros da economia, em 1,5 ponto percentual ? de 26% ao ano para 24,5% ao ano, sem viés ? juros permanecem neste patamar até a próxima reunião. Embora a decisão tenha vindo dentro do esperado pela maioria dos analistas, alguns investidores mais otimistas esperavam por uma redução maior. O dia, portanto, foi de ajuste à nova taxa.No mercado de juros futuros, os contratos com taxas pós-fixadas e vencimento em janeiro de 2004, negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), pagavam taxas de 22,010% ao ano, frente a 21,650% ao ano negociados ontem. O dólar comercial reagiu com queda logo após o anúncio do corte da taxa Selic. Porém, no fechamento dos negócios, a moeda norte-americana estava em alta de 0,45% em relação às últimas operações de ontem, cotada a R$ 2,8960 na ponta de venda. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em queda de 0,27%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.