Em dia de oscilação, bolsa fecha em alta de 2,14%

A bolsa de São Paulo acompanhou hoje as oscilações do mercado internacional, principalmente nos Estados Unidos. No final do dia, fechou em alta de 2,14%, entre a máxima de 2,33% e a mínima de -1,01%. O giro financeiro somou R$ 1,103 bilhão. O índice Dow Jones da bolsa de Nova York terminou em discreta queda de 0,04% e a Nasdaq perdeu 0,62%. O dólar também teve um dia de variações. Pela manhã, subiu até R$ 2,921 (+0,31%). À tarde, as cotações ficaram a maior parte do tempo em queda e fecharam com recuo de 0,14%, a R$ 2,908. O mercado de juros absorveu a decisão do Copom de cortar a taxa Selic em 0,25 ponto percentual e ajustou as taxas de curto prazo. Mas, no longo prazo, houve alta As taxas mais longas estão agora mais elevadas do que as curtas (o DI de janeiro/2006 fechou com taxa de 15,27%, contra 15,14% do janeiro/2005).

Agencia Estado,

18 Março 2004 | 18h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.