Divulgação
Divulgação

Em leve alta, taxa de desemprego fecha novembro em 4,8%

Trabalhadores tiveram aumento de 0,7% em novembro; IBGE estimou que 1,2 milhão de pessoas estavam desocupadas no período

Idiana Tomazelli, O Estado de S. Paulo

19 Dezembro 2014 | 09h04

A taxa de desemprego registrou uma leve alta em novembro e fechou o mês em 4,8% nas seis regiões metropolitanas pesquisadas pelo Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em outubro, o desemprego havia ficado em 4,7% e em novembro de 2013, em 4,6%.

O resultado do mês passado ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pela Agência Estado (4,2% a 4,9%) e acima da mediana projetada, de 4,5%.

Segundo a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), a população desocupada somava 1,2 milhão de pessoas no mês. A população ocupada foi estimada em 23,4 milhões. O número de trabalhadores com carteira de trabalho assinada no setor privado foi de 11,8 milhões.

Renda. O rendimento médio real dos trabalhadores registrou alta de 0,7% em novembro ante outubro, e aumento de 2,7% na comparação com novembro de 2013. Ele foi estimado em R$ 2.148,50 em novembro. 

A Pesquisa Mensal de Emprego é realizada nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. A massa de renda real habitual dos ocupados no País somou R$ 50,9 bilhões em novembro, alta de 1,1% em relação a outubro. Na comparação com novembro de 2013, o montante cresceu de 3,0%. Já a massa de renda real efetiva dos ocupados totalizou R$ 51,1 bilhões em outubro, alta de 1,2% contra o mês imediatamente anterior. Já na comparação com outubro de 2013, houve aumento de 3,5% na massa de renda efetiva.

Mais conteúdo sobre:
desempregoIBGEemprego

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.